Somos Jesuítas

Missão
Promover a pessoa humana de maneira integral, à luz da fé e buscando a justiça, em diálogo com as diversas expressões culturais e religiosas.
Visão
Sermos reconhecidos como seguidores de Jesus Cristo, comprometidos com a construção de uma sociedade justa, de culturas solidárias, e com o diálogo inter-religioso.

Provincialado do Brasil | BRA
O Provincialado do Brasil foi criado pelo padre-geral, Peter-Hans Kolvenbach, no dia 26 de fevereiro de 2003, com a posse do primeiro provincial, Pe. João Roque Rohr, da Província do Brasil Meridional, coadjuvado pelo sócio, Pe. Paulo Finkler, da mesma Província. No dia 26 de fevereiro de 2009, assumiu o novo provincial, Pe. Carlos Palacio.

A criação do Provincialado se deve às orientações da Congregação Geral 34ª (1995), que sugeriam a criação de novas estruturas e formas de governo, para favorecer a colaboração interprovincial no Brasil. A primeira sede do Provincialado se estabeleceu em Brasília, em uma parte do edifício das Pontifícias Obras Missionárias (POM), e foi trasladada para o Centro Cultural de Brasília em 2006. Em março de 2009, a sede foi transferida para a Rua São Clemente, 226, no Rio de Janeiro, instalando-se na Casa Anchieta, ao lado do Colégio Santo Inácio.

Em 2020, o Pe. Mieczyslaw Smyda, recebeu a missão de conduzir a Província do Brasil. Nascido em Piwniczna, Nowy Sacz (Polônia), naturalizou-se brasileiro em 2008.

Pe. Smyda é bacharel em Filosofia e Teologia, títulos obtidos em Cracóvia e Varsóvia, na Polônia, e mestre em Liturgia pela Faculdade Nossa Senhora da Assunção, em São Paulo (SP). Entre as missões dentro da Companhia, já foi prefeito da Igreja do Colégio Santo Inácio, no Rio de Janeiro (RJ), diretor de Pastoral do Colégio São Francisco Xavier, e da Pastoral do Colégio São Luís, ambas em São Paulo (SP), e diretor Geral do Colégio São Luís (SP), entre 2003 e 2008, e do Colégio Santo Inácio (RJ), entre 2009 e 2011. Entre 2011 e 2014, desempenhou a função de Provincial da antiga Província BRC (Brasil Centro-Leste).

Após a criação da Província do Brasil em 2014, ele desempenhou a função de superior de Plataforma Apostólica e, além de ter exercido a função de Delegado para a Saúde e Bem-Estar da província. Pe. Smyda substituiu o Pe. João Renato Eidt, que assumiu a função de Provincial do Brasil em 16 novembro de 2014, permanecendo até 2020.